Pular para o conteúdo principal

Pré-candidato a deputado estadual luta na justiça por Tarifa Social de água


Em todo o estado apenas 4129 mil clientes da Companhia se enquadram na tarifa de R$ 10 reais na conta de água mas 445 mil famílias tem o direito_



O Instituto Mais Cidades realizou um estudo que identificou que 71 municípios do Rio Grande do Norte não têm sequer uma residência que se enquadra na chamada tarifa social da CAERN, que possibilita que o cliente de baixa renda pague menos R$ 10 reais na conta de água. Em 35 municípios do estado, menos de 10 residências estão enquadradas na tarifa. Esses números são incompatíveis com a quantidade de pessoas que realmente precisam ter acesso ao benefício no estado, onde cerca de 445 mil famílias recebem o Auxílio Brasil, programa social do Governo Federal voltado para famílias mais simples. No RN inteiro, apenas 4.129 residências pagam o menor valor pela água. 


Algumas cidades com grandes quantidades de clientes, como Currais Novos, Acari e Monte Alegre, somam 0 clientes na tarifa social. "Não é possível que não tenha nenhuma família nesses municípios que não precisem pagar um valor mais barato na conta de água. O problema é que os critérios adotados pela CAERN para a concessão da tarifa social são impossíveis de serem seguidos pelas pessoas que mais precisam", comentou o presidente do Instituto Mais Cidades, advogado Alexandre Teixeira.


Por meio do Instituto, Alexandre tem brigado na justiça por uma mudança nos critérios da tarifa social, como forma de garantir que essa tarifa, e consequentemente o acesso à água potável, chegue à mais gente. "Eu criei o Projeto Tarifa Justa para tentar mudar os critérios adotados pela CAERN. Nós acreditamos que receber um programa social do governo, como o Auxílio Brasil, deve ser o único fator necessário para a tarifa social", disse o advogado.


Atualmente, a família inteira de uma residência só pode consumir até 10m³ de água se quiser pagar a tarifa social. A ONU estipula que 3,3m³ por mês são suficientes para uma pessoa. "Mas como ficam as famílias com mais de 3 membros? E as famílias com renda per capta inferior? Uma família de três pessoas que possui renda total de um salário-mínimo não tem a mesma capacidade financeira de outra família com sete ou mais membros e renda total de dois salários mínimos, por exemplo. Seria essa família de sete membros capaz de viver com 10m3 de água?", questiona Alexandre Teixeira. Quando a família consome mais que os 10m³ permitidos pela tarifa social, a conta sobe para R$ 46 reais podendo chegar até R$100 reais. Essa é um dos critérios da CAERN que o projeto Tarifa Justa quer mudar. 


*Critérios da tarifa social da CAERN*


Consumo máximo de até 10m³ de água

Ser cadastrado e ativo em um dos Programas Sociais do Governo

O consumo de energia elétrica não pode ser superior a 110 KWh

O imóvel deve possuir área construída de, no máximo, 40m²


*Proposta do projeto Tarifa Justa*


• 3,3 m³ de água por pessoa residente na unidade cadastrada

• Família cadastrada em pelo menos um programa social do governo 

• Ultrapassado-se o limite de consumo per capta de água da unidade consumidora residencial familiar, poderia ser cobrada a sobretarifa.


Mais informações no @alexandreteixeirarn @maiscidadesrn


WhatsApp do Instituto 

99988-6144

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

URGENTE: Bandido que matou filha de Wendel Largatixa morre em confronto nas Quintas

 Acabamos de receber a informação de que um dos autores da morte da menina Laura por nome TONINHO acaba de ser morto em confronto nas Quintas na rua Alípio Bandeira. Mas informação em breve Informações atualizadas de que teriam morrido mais duas pessoas no confronto.

Não venderei minha alma ao diabo

 Quando dei início ao projeto deste blog, definir algumas diretrizes que norteiam o funcionamento desta página. Uma questão, que acho primordial, principalmente nos tempos sombrios em que vivemos, diz respeito a ausência de postagens sobre a vida pessoal de quem quer que seja. Este sempre será um canal livre, iremos questionar, cobrar, reclamar e elogiar a vida pública das pessoas, jamais a vida pessoal.  Nada contra quem faz, sou leitor feroz de site de fofocas em geral, mas aqui, você não encontrará espaço para isso.  Ao longo desses 6 meses, conquistamos credibilidade. Não mudarei minha filosofia, para aumentar visualizações. Não farei mudanças no editorial para conquistar  números. Não estou disposto a mudar minhas convicções por fama. 

Veja a lista de rodízio de Pastores da IEADERN Natal 2022

  Lista de Coordenadores IGREJA PASTOR PTE. BANDEIRA Pr. Albino de Araújo Cidade Alta Pb. Ítalo Emanuel Ferreira de Souza Nova Galiléia Ev. Luzenildo Rocha da Silva Novo Viver Pb. Alisson Pereira da Silva Passo da Pátria Pb. Frank Willams Azevedo Camara Rosa de Sarom Pb. Josemário de Medeiros Bráulio SETOR 2 IGREJA PASTOR IGAPÓ Pr. Geraldo Erasmo dos Santos Aldeia de Betânia Pb. Josenilson Ferreira da Silva Heróis da Fé Pb. Alessandro Pegado de Araújo Peniel Pb. José Ailton Moreira Vale da Benção Pb. Clécio de Souza Góis SETOR 3 IGREJA PASTOR SOLEDADE II Pr. José Ribeiro da Costa Betsaida Pb. Dimas dos Reis de Freitas El-Shadday Pb. Clauedimar Francisco do Nascimento Galiléia Pb. Antônio Tássio de Souza Gilgal Ev. Renato Tavares Filho Monte Sinai Pb. Nailson Morais de Souza Porta Formosa Pb. Janilson Luiz Bezerra SETOR 4 IGREJA PASTOR CIDADE DA ESPERANÇA Pr. Marcos de Souza Sobrinho Betesda Pb. José Erivan Silva Cidade Nova I Ev. Adailton Ribeiro Cidade Nova II Pb. Edson Francisco de A